A implantação do SAMU 192 iniciou com criação do CONSÓRCIO PÚBLICO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE DA REDE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA DA MACRORREGIÃO DO TRIÂNGULO DO NORTE – CISTRI.

O Protocolo de Intenções para constituição do CISTRI SAMU 192 foi assinado em outubro de 2013 por 27 municípios da Região Ampliada de Saúde Triângulo do Norte. São eles: Abadia dos Dourados, Araguari, Araporã, Cachoeira Dourada, Campina Verde, Canápolis, Capinópolis, Cascalho Rico, Centralina, Coromandel, Douradoquara, Estrela do Sul, Grupiara, Gurinhatã, Indianópolis, Ipiaçu, Iraí de Minas, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Nova Ponte, Patrocínio, Prata, Romaria, Santa Vitória, Tupaciguara e Uberlândia.

O CISTRI SAMU 192 é pessoa jurídica de direito público com natureza jurídica de associação pública, com prazo de duração indeterminado, com sede e foro em Uberlândia-MG e teve seu estatuto aprovado em outubro de 2013.

Os municípios consorciados ao CISTRI SAMU 192 possuem Contrato de Rateio com valor pactuado em R$ 0,30 por habitante considerando a população registrada pelo TCU, perfazendo o total de 615.374 habitantes.

O CISTRI SAMU 192 tem por finalidade desenvolver ações e serviços de saúde, observados os preceitos que regem o SUS, especialmente no que tange ao gerenciamento dos serviços de urgência e emergência da Região Ampliada Triângulo do Norte, regendo-se pela Lei Federal nº 11.107/05, pelo contrato de consórcio público subscrito pelos seus consorciados e pelo estatuto.

Ao CISTRI SAMU 192 compete no âmbito da Rede de Urgência e Emergência:
• Administrar o SAMU 192 da Macro Triângulo do Norte.
• Dar suporte infraestrutural para as bases descentralizadas do SAMU 192 quando implantadas nos municípios consorciados que alocarão Unidade de Suporte Básico e/ou Unidade de Suporte Avançado de Vida.
• Gerenciar os recursos financeiros repassados pelo Governo Federal, Governo Estadual e municípios consorciados.
• Monitorar as ações e serviços de saúde de urgência e emergência, promovendo e fomentado a qualificação da assistência prestada aos usuários.
• Integrar serviços assegurando o acesso dos usuários aos pontos de assistência à saúde de urgência e emergência.
• Promover ações de educação permanente na sua área de atuação.
• Promover ações de mobilização social.
• Promover a articulação entre os espaços de participação social, com vistas ao desenvolvimento de ações intersetoriais.

O Consórcio possui a seguinte estrutura administrativa:
• Assembleia Geral;

Conselho Diretor;

Conselho Fiscal;

Conselho Técnico-Executivo;

Diretoria Executiva.

O CISTRI SAMU 192 é resultado da união e da vontade comum de 27 municípios que buscam fortalecer e qualificar a assistência à saúde da população da Região Triângulo Norte.

. Regimento Interno

Eleições para Diretor Clínico e Comissão de Ética Médica

Edital de Convocação

Resolução nº 2147/2016

Resolução nº 2152/2016

Resolução Plenária RP nº 317/2009

Informações adicionais

Candidatos à Eleição para Diretoria Clínica e Comissão de Ética

Informações acerca das Eleições para Diretor Clínico e Comissão de Ética Médica

Procedimentos de Averiguação

Procedimento nº 001/2018

Procedimento nº 002/2018

Procedimento nº 003/2018

Procedimento nº 004/2018

Em 10 de dezembro de 2013 a partir da criação do CISTRI SAMU 192, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais publica a Deliberação CIB/SUS nº 1690 que aprova a implantação do SAMU na Região Triângulo Norte;

Em 2014 e 2015 o consórcio inicia-se o processo de organização estrutural, operacional e legal junto aos 27 municípios consorciados e as articulações junto ao Governo Federal e Estadual, elaborando e organizando toda documentação necessária para o recebimento de recurso vinculado e via contrato de rateio dos municípios.

Em 29 de dezembro de 2015, foi celebrado entre o CISTRI SAMU 192 e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – SES/MG – o Convênio nº 3594/2015 no valor de R$ 6.805.618,11, visando garantir a infraestrutura necessária para implantar a Central Operativa da Rede de Urgência e Emergência e as unidades móveis do SAMU 192 Triângulo do Norte bem como as Bases Descentralizadas que o compõem o serviço.

Em 14 de fevereiro de 2016 o CISTRI SAMU 192 realiza o Processo Seletivo Público Simplificado que contou com quase 5 mil inscritos. O resultado foi homologado em 25 de abril com 469 aprovados dentro do limite de vagas (total de 505 vagas).

Em 23 de março de 2016 o CISTRI SAMU 192 recebe a 1ª parcela do Convênio nº 3594/2015, correspondente ao valor de R$ 3.598.007,90 que possibilitou a execução de parte do objeto, inclusive oferecer o Treinamento Introdutório aos candidatos aprovados no Processo Seletivo Público Simplificado realizado em fevereiro e março de 2016.

No período de 25 de maio a 19 de junho de 2016 foi realizado pelo CISTRI SAMU 192 e pela SES/ MG o Treinamento Introdutório que contou com a participação de 650 profissionais, entre aprovados no limite de vagas e excedentes do Processo Seletivo.

Em 08 de junho de 2016 foi celebrado entre o CISTRI SAMU 192 e a SES/MG o Termo de Doação nº 611/2016 referente a doação de 31 veículos (26 Unidades de Suporte Básico – USB’s e 05 Unidades de Suporte Avançado – USA’s) para implantação do SAMU 192 – Região Triângulo Norte.

Em 23 de junho de 2016, o CISTRI SAMU 192 recebe da SES/MG as 05 USAS e a entrega das 26 Unidades de Suporte Básico com previsão para outubro de 2016.

No que concerne ao momento de implantação do SAMU 192, o serviço somente foi implantado em 03 de julho de 2018, após muitos esforços representados em várias negociações políticas realizadas pelos prefeitos no ano de 2017 e 2018 junto ao governo do Estado de Minas Gerais, Superintendência Regional de Saúde, gestores de saúde da região.

Após lograrem êxito na formação de uma corrente de entendimento da viabilidade sob o aspecto da saúde e economia, os prefeitos daquele ano decidiram por iniciar as atividades. Entretanto, às vésperas de iniciar o serviço, o CISTRI SAMU 192 recebeu orientação do Ministério Público Federal, para não iniciar suas atividades, até a realização de audiência junto a 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Uberlândia nos autos n.º 12980-31.2012.4.01.3803, em 18/06/2018, sob o argumento de que o serviço do SAMU 192 poderia sobrecarregar o atendimento do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia.

O CISTRI SAMU 192 atendeu a orientação do Ministério Público Federal, e representado pelos diversos prefeitos da região, juntamente com diversas autoridades de saúde do Estado de Minas Gerais, desempenharam um papel de notória capacidade técnica demonstrando que o SAMU, ao contrário do pensavam muitos, incluindo o Ministério Público Federal, iria reduzir a demanda do Hospital de Clínicas de Uberlândia no que diz respeito as ocorrências de urgência e emergência, pois lograria, através de um fluxo trabalhado pela Central de Regulações direcionar racionalmente a demanda por toda a região.

Em 05/05/2020 foi formalizado Termo de Cooperação Técnica entre o CISTRI SAMU 192 e Corpo de Bombeiros de Minas Gerais/Batalhão de Operações Aéreas (BOA), com o estabelecimento de diretrizes para regulação das ações e da coordenação dos atendimentos a ocorrências de urgências e emergências pré-hospitalares, inter-hospitalares, busca e salvamento e quaisquer outras envolvendo risco à vida humana, na macrorregião do Triângulo do Norte e na área de atuação do Batalhão de Operações Aéreas (BOA)/Suporte Aéreo Avançado de Vida (SAAV).

Atualmente fazem parte do CISTRI SAMU 192, um total de 26 municípios, quais sejam: Abadia dos Dourados, Araguari, Araporã, Cachoeira Dourada, Campina Verde, Canápolis, Capinópolis, Cascalho Rico, Centralina, Coromandel, Douradoquara, Estrela do Sul, Grupiara, Gurinhatã, Indianópolis, Ipiaçu, Iraí de Minas, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo, Nova Ponte, Patrocínio, Prata, Romaria, Santa Vitória e Tupaciguara, as quais se empenham constantemente para que o SAMU 192 Triângulo Norte, opere com excelência em cada região atendida.

Em 03/07/2021, o CISTRI SAMU 192 completou 3 anos de atividades, tendo recebido 314.477 ligações as quais geraram 43.290 orientações médicas, 8.953 atendimentos por USA (Unidade de Suporte Avançado), 75.522 atendimentos por USB (Unidade Suporte Básico), 212 atendimentos pelo aéreo por meio do SAAV/BOA, perfazendo um total geral de 127.977 atendimentos.