samu

O SAMU-192 é um componente assistencial móvel da Rede de Atenção às Urgências que tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido um agravo à sua saúde (de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras) que possa levar a sofrimento, à sequelas ou mesmo à morte, mediante o envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número “192” e acionado por uma Central de Regulação das Urgências.

O SAMU-192 funciona 24 h por dia, durante 7 dias por semana e é composto por equipe de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores socorristas.

Ao acionar o SAMU discando gratuitamente o número 192, o cidadão será atendido por técnicos de regulação e por médicos reguladores treinados que o orientarão de acordo com a situação relatada pelo solicitante ou enviarão uma unidade móvel para atendimento (Unidade de Suporte Básico – USB ou Unidade de Suporte Avançado – USA).

A USB é utilizada em casos de urgência, quando é preciso o pronto atendimento, mas não há risco de morte iminente. Nestes casos, o resgate é feito por um condutor socorrista e dois técnicos de enfermagem. Já a USA é acionada em casos de emergência, quando há necessidade de intervenção médica imediata. Nestes casos, o resgate é feito por um condutor socorrista, um médico e um enfermeiro.

Para regular o acesso dos usuários atendidos pelo SAMU aos pontos da Rede de Urgência e Emergência, teremos a Central de Regulação de Urgência exclusiva para o SAMU, com sede no município de Uberlândia. A Central é uma estrutura física constituída por profissionais (médicos, telefonistas auxiliares de regulação médica e rádio operadores) capacitados em regulação dos chamados telefônicos que demandam orientação e/ou atendimento de urgência, por meio de uma classificação e priorização das necessidades de assistência em urgência, além de ordenar o fluxo efetivo das referências e contra referências dentro da Rede de Atenção à Saúde.

Para operacionalização do serviço, o SAMU 192 conta também com as Bases Descentralizadas. As Bases são infraestruturas que garantem tempo resposta de qualidade e racionalidade na utilização dos recursos do componente SAMU-192 regional, com a configuração mínima necessária para abrigo, alimentação, conforto das equipes e estacionamento da(s) ambulância(s).